BIDU SILAS

FOTO 01


Facebook | SoundCloud


• F A I X A S  E M  D E S T A Q U E •


• B I O G R A F I A •

Bidu Silas: Si Sendo since 2009

A Bidu Silas (ou “Bidu Silà” em francês), banda de rock dançante oriunda dos rincões de Santa Maria da Boca do Monte, Rio Grande do Sul, existe fisicamente desde 2009. Caso um dia acabe, também não deixará de existir. Surgida pós-Comissário Silas (banda que espalhou a magia pelo interior da nação gaúcha de 1998 a 2005), traz o hardcore melódico (ou rock horrível) gritado pelas vozes de, sim, Conrado SILAS (tentaremos evangelizar você que lê esse release de trechos em trechos utilizando o sobrenome do vocalista em alusão ao vocês-sabem-quem). Acompanhado nas cordas por Vinicius Johnny (guitarra ruim), Alex Phantasma (guitarra ruim II) e Lucas Niederauer (baixo ruim), ainda conta com Eduardo “Truta” Homrich (no show de prataria).

Guiada por bons ventos, lançou seu primeiro cd, Cisne Mudo, em 2010, com 13 pedradas em formato audível. Passeando de Bad Religion a Cartola, não tem medo de cair no fundo do poço e de voltar para o topo (para novamente cair, se atirar, se iludir, se assim, no fim, se sentir bem). Em 2013, o EP Festa do Burro invade as redes e as rádios do mundo (e de Santiago), para mais uma vez falar das zoeiras boas e ruins da vida, sempre acreditando em milagres que acontecem aqui, longe do céu, e fazer mais uma vez um som diferenciado, sem esperar o bolo crescer para viver de migalhas. Através das próprias pernas (ponto em comum com a Ué!) a banda promoveu eventos, participou de outros, se enfiou em mais uns e ainda foi rejeitada em vários, atirando chinelo pra cima, tomando tampinha de garrafa no olho e recebendo tantos elogios quanto xingamentos por onde passou , nunca deixando de se movimentar e mostrar seu objetivo: pôca zuera, pura chinelagem, estilo Titanic afundando sua imagem.

Essa é a Bidu Silas: desse jeito, direto, agora até o fim com a Ué Discos!

por Douglas Moiano